BLOG

É metalúrgico? Saiba como se aposentar antes.

Quem desempenha funções no setor metalúrgico sabe que o trabalho é pesado e, por vezes, insalubre. É por isso que o INSS prevê condições especiais para trabalhadores dessa e de outras categorias chamadas especiais, incluindo a aposentadoria antes do tempo regular.

Para ter direito a esse benefício, é necessário comprovar a atividade por meio de um laudo técnico chamado PPP, preenchido pelo empregador, e contar com pelo menos 25 anos de contribuição. 

Caso a função desempenhada não tenha relação com agentes químicos ou nocivos, a situação é outra e requer um cálculo. Para homens, o tempo de contribuição deve ser multiplicado por 1,4 e resultar em, no mínimo, 35 pontos; já para as mulheres, a multiplicação deve ser feita por 1,2 e o produto final deve chegar a 30.

 

O que muda com a Reforma da Previdência?

A Reforma da Previdência gerou diversas mudanças na aposentadoria, inclusive para as categorias especiais. 

Antes o trabalhador tinha acesso à integralidade do pagamento apenas com o tempo de contribuição (25 anos). Agora, deverá cumprir com as idades mínimas de 60 anos para homens e 57 para mulheres.

O valor do benefício também foi alterado e considerará 60% da média salarial. Para que tenha acesso à integralidade, pela regra de transição, será necessário pagar um pedágio – que prevê o cumprimento do tempo de contribuição faltante mais 100% desse período. 

Quem está próximo de cumprir com as exigências da aposentadoria pode ter direito adquirido. Para descobrir se esse é o seu caso, consulte um advogado especialista!

Ainda tem dúvidas sobre o assunto? Deixe um comentário no post, entre em contato conosco pelo WhatsApp clicando aqui, ou ligando para o telefone (47) 3027-3047. Será um prazer lhe orientar!

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print
Share on email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat